sexta-feira, 31 de outubro de 2014

És especial.

Que este seja finalmente o teu príncipe e mereça o diamante que tu és.
Vais para sempre, ser uma pessoa com uma tatuagem no meu ser. - literalmente linda por fora e por dentro.  

Mais tarde, ou mais cedo acabamos por encontrar o trilho certo. Desejo de coração que esse agora seja o teu. Mereces ter alguém só para ti, que preencha os vazios que sentes naqueles teus dias do nada.

És especial, não é amor, já não é paixão, mas um sentimento diferente que não sei descrever. Talvez uma amizade eterna e pura.

Boa sorte,  a vida começa agora !


quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Produtividade no berbicacho.

Quem me dera trabalhar sempre em casa !!!
 Comecei hoje às 7h30, fiz agora uma pausa para vir espreitar a net, e vou agora para os tachos fazer o almoço.
A produção é abismal só pelo facto de não ser interrompido a toda a hora e ainda ganho tempo para ir ao jardim ver o sol para ganhar energia.
Hoje e amanhã em casa espero acabar com o berbicacho.




segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Consumismo impulsivo.

Sempre fui simplista no que concerne aos telemóveis. Fazia questão de ter algo básico sem ligação à internet. Comprava indo à loja e pedia o mais básico somente para fazer e receber chamadas, de preferência, sem ligação à internet para não haver débitos de saldo sem eu dar conta.

Este fim de semana fui injectado no café por um amigo ao pegar no telemóvel dele.
Aquilo era mesmo muito à frente.

Há 2 anos, troquei de computador portátil que já tinha uns 7-8 anos.
Aconselharam comprar um Macintosh com o argumento de quando lá entrar, nunca mais volto a sair para o Windows. Confirmei que era verdade.

E pumba...encomenda efectuada pela impulsividade de consumo que eu próprio me penitencio ter em certos momentos.
Senti, após alguns minutos depois da compra o arrependimento. O génio do Steve Jobs fez mais um patinho cair nesta geração de consumo cego. Agora fui eu.
O "mal" está feito, agora, é tentar usufruir do brinquedo, nem que seja para justificar o balúrdio que custou.

domingo, 26 de outubro de 2014

Memória eterna.

Para lá do portão.
Vejo alguém a olhar ao longe com intenção de comunicar. Ando uns 20m e fico surpreendido.
O nosso afilhado não formal (porque o padre exigia que eu tivesse crisma).
Conheci ele com 4 anos. O mais novo de meia dúzia de irmãos/as.

- Que se passa ? estás sozinho e como vieste aqui parar maluco ?
De bicicleta ? estás doido ? Abraço e começa a chorar.

Relatou situações a chorar do ambiente lá em casa. Hoje, tem 14 anos e não vinha a nossa casa há mais de 1 ano.
Opahhh nós não temos dito nada, porque tu estás um adolescente e sabemos que é uma seca para ti andar conosco agora. Mas, sabes bem que tens sempre a porta aberta para tudo e o telefone ligado.

Foi o nosso 1º filho. Nunca vamos esquecer; levar ele ao hipermercado m que parecia um bicho acabado de sair da selva a olhar tudo em 360º. Levar ele pela 1ª vez à praia, a um estádio de futebol, zoo, ao oceanário, fazer ele associado do meu clube tal como as minhas filhas são (: P ) etc...etc...etc...
Proporcionámos conhecer um novo mundo, e como retribuição aquele sorriso puro de alegria ao conhecer coisas que talvez ainda hoje não tivesse tido a oportunidade de conhecer.
Era frequência assídua aos fins-de-semana em nossa casa e nas férias.
Nunca se colocou o cenário de o adoptar, porque a mãe apesar das normais dificuldades, sempre teve a capacidade de colocar-lhes comida na mesa com a ajuda da comunidade onde vive.
Com o tempo - o percurso normal de uma criança que cresceu. Na nossa casa há limites para jogar computador, ver tv, e todas as outras regras que eventualmente não tinha na casa dele.
Entretanto, nasceram duas crianças também cá em casa.

Fica tranquilo, nós não contamos nada à tua mãe, mas tens de ir para casa, ela já deve estar preocupada por ainda não estares em casa a esta hora sem teres dito nada.
A bola fica do teu lado, vais ter de ser tu a pedir à tua mãe para nos ligar e vires cá passar um FDS, tu agora já deves querer é namorar e nós não queremos atrapalhar a tua agenda. ehehehe

Foi bom para todos voltar a rever-nos.
Ficou a garantia que a porta continua sempre aberta. Sermos os padrinhos por afecto, vai muito para além do que igreja coloca nos ditames da igreja católica.

Nota: A nossa relação com a mãe do miúdo, sempre foi a melhor e elogiamos sempre o mérito necessário para conseguir criar tantas crianças sozinha.

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Dias pesados.

Não fazia Meditação há 5 dias e ontem não tomei ansiolíticos da rotina. 
Consequência no trabalho - tudo o que mexia levou nas orelhas.
 
Talvez possa ter exagerado com algumas pessoas, mas por vezes, estar desprendido da imagem acaba por dar jeito sem faltar ao respeito e educação.
Existem pessoas, que só conseguem trabalhar quando está alguém a dizer qual a estrada para apanharem e não têm curiosidade em procurar a estrada. Precisam de GPS.
Depois...surgem as "horas extras", quando nas horas de trabalho efectivo é café,cigarro,café,cigarro e muita conversa sobre o menino Jesus que está nas palhinhas.

Sem faltar à educação, consegui colocar algumas pessoas no lugar. A entidade patronal só consegue produzir para pagar vencimentos, quando os colaboradores também se entregam.

Existe reciprocidade ! Se nós necessitamos de trabalho, as entidades patronais necessitam dos trabalhadores a produzir o melhor que sabem. Aqui a liberdade é tão grande, que cada pessoa tem normalmente uma grande autonomia para gerir o seu trabalho.

Algumas pessoas não sabem valorizar os vencimentos que têm acima da média para a proporcionalidade do que (não) produzem.

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Adulto com mentalidade adolescente.

Descarga nervosa, começa a chorar ao pequeno-almoço com a mãe enquanto eu estava no duche.
Ontem, já havia indícios de que algo não estava bem.

Recusou expelir para fora.

Soltou para a mãe que foram os meninos mais velhos do 3º ano que estavam a brincar aos beijinhos e queriam que ela entrasse na brincadeira. Ela diz que não queria e não sabemos mais nada.

A mãe hoje vai falar com a professora.
2ª fase do processo e se me der o cheiro a que a brincadeira continue, é ir à escola, interromper a aula e avisar os meninos e, que devem informar também os pais que se algo volta a acontecer vou eu brincar aos beijinhos com os paizinhos deles.

Ass: Burro com 2 pernas.

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Pater familiae

Certas palavras ou frase fazem despontar alguns pensamentos que permanecem uns minutos ou podem repercutir-se algumas horas, principalmente de madrugada no meu silêncio.

A temática mãe é algo que tem algum desgaste. Vislumbro ao meu redor relações de mãe com filho/a de autêntico e verdadeiro amor com tudo o que está inerente na pureza do amor.

Esta madrugada o tema voltou para me assombrar. Estou numa fase em que tenho a vaga ideia do assunto resolvido, é uma afirmação que faço a mim mesmo e uma negação ao assunto de mexer comigo.

Nenhuma terapia vai conseguir apagar da minha memória a árvore de onde brotei.
Sim mexe, e começo a concluir que enquanto eu for vivo vai mexer comigo. Afinal, foi a pessoa que me trouxe ao mundo em modo de progenitora.

E não consigo escrever mais.

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

domingo, 19 de outubro de 2014

TV Kizomba

Navego pela tv moderna MEO.
Parei num dos mais visto de nome Kizomba.

Vejo a minha pequena de 6 anos a dançar toda sensual com olhar de matadora.

- Se tu já andas assim com 6 anos, como vai ser daqui a 10 anos ?!?
R: - é a vida...
(olhos nos olhos)
- Sabes tanta missa como um padre, mas eu já fui cardeal há uns anos ou como alguém me dizia: "o livro que estás a ler já eu me esqueci".

Estou "podido" com 2 miúdas...


quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Humanismo Vs Trabalho

Conciliar humanismo com a parte profissional por vezes é complicado.

Sinto responsabilidade neste tema, sei que a minha opinião será vinculativa se confrontar e sugerir a reforma. Sou o principal entrave para a direcção ainda não ter tomado as medidas.

Por um lado, o factor financeiro do vencimento alto que aufere e da produtividade que não é proporcional por motivos de saúde.
No oposto, existe a vertente humana, porque  sei que a pessoa vai para casa e perde o sentido de viver pela doença degenerativa que tem.

Tudo tem um fim ? Sim, mas considero que ainda existe uma margem para não antecipar esse fim, e o dinheiro não tem de estar no cume de tudo.

Quero ter a postura para os outros, tal como gostava que tivessem para comigo.
Só temos uma vida, porque não tentar fazer desta passagem as coisas que parecem ser a atitude mais positiva ?


quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Carregar na tecla certa.

Cerca de 6 horas para instalação do Meo4o aqui na casa onde eu pago mensalmente a hipoteca ao banco.

Porque demorou tanto tempo ?
Porque já esteve marcada para a quinta-feira passada e a idade ajuda a precaver os lapsos. Digamos que fiz uns ajustamentos por email lá para os pisos altos da PT.
Hoje, tudo tinha de ficar pronto e a funcionar ! Voilá !

"Uma caneta e um papel" podem fazer mais estragos que uma pistola.



terça-feira, 14 de outubro de 2014

"Sete pecados mortais" - Luxúria

"Sete pecados mortais" é o título da série de reportagens especiais que o Telejornal começa a exibir hoje dia 13 de Outubro. Todas as segundas feiras, até 17 de novembro, será retratado um dos sete pecados capitais.

http://www.rtp.pt/noticias/index.php?article=772083&tm=8&layout=122&visual=61

Fiquei petrificado a ver esta reportagem.
A razão ? Por haver tantas coisas ali que pareciam ser o "eu".

A minha mulher ao meu lado percebeu que naquela reportagem estava o marido presente.

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Pormenor

- Então o que queres de prendinha no teu aniversário ?
R: Que fiques recuperado e com saúde para mim chega.

Aquela expressividade sincera no olhar, quase me fez chorar ao ouvir as palavras.

domingo, 12 de outubro de 2014

Vegetariano Off

Modo de Vegetariano puro durante 4 meses.
Fim

Resultado: Consulta nas Urgências com Ortopedista.
                  Consulta com Neurologista para a semana.
                  Consulta na Médica de Família daqui a 2 semanas.

Previsão do diagnóstico pelo Dr Google - Falta de Vitamina